S T Q Q S S D
mixsórdia

Mixsórdia >> Guia Cultural >> Belo Horizonte | MG | Brasil
mix.sór.dia (sin) >> miscelânea de aconteces >>
sair da inércia e arranhar o diverso >>
hoje à tarde? amanhã à noite? >> pulsar



Quarta Feira 08/02 – Exposição Jardim Negro

 

jardimnegro

Xilogravuras de César Maurício na Galeria de Arte do BDMG

Depois de um hiato de dez anos, o artista, cantor e compositor belorizontino, César Maurício, apresentará a série inédita de xilogravuras Jardim Negro a partir das 19h na Galeria de Arte do BDMG Cultural. São cerca de 20 obras nas quais utilizou madeiras descartadas em construções, caçambas ou serralherias, materiais que, segundo ele, sofreram as transformações do tempo e criaram suas próprias rugas, parte integrante do desenho. A exposição pode ser visitada gratuitamente até 29 de fevereiro.

www.bdmgcultural.mg.gov.br

Onde: Galeria de Arte do BDMG Cultural – Rua Bernardo Guimarães, 1600 – Lourdes // Quando: 19 às 22h (abertura) e 10 às 18h (visitação) // Quanto: de graça // Informações: (31) 3219-8519


Quarta Feira 08/02 – Havia

 

fcs

Montagem dos formados 2011 do CEFAR volta ao Palácio das Artes

Até 10 de fevereiro o espetáculo “Havia” – montagem dos alunos formados em 2011 pelo curso de teatro do CEFAR (Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado) – pode ser novamente assistido as 19 e 21h no Palácio das Artes. A peça é inspirada em contos da autora portuguesa Joana Bértholo, e se desenvolve em uma sucessão de pequenas histórias caracterizadas por suas efemeridades e estranhezas.

www.fcs.mg.gov.br

Onde: Palácio das Artes (Teatro João Ceschiatti) – Av. Afonso Pena, 1537 – Centro // Quando: 19 e 21h // Quanto: R$14 (inteira) e R$7 (meia) // Informações: (31) 3236-7400


Quarta Feira 08/02 – Indisciplina em Produção

 

indisciplina

Inauguração de novo espaço no Maletta

O mais novo espaço na varanda do Edifício Maletta será inuagurado nesta quarta-feira com uma mostra sobre o processo de ocupação e montagem do lugar. O Restaurante Popular conserva o nome do estabelecimento que funcionava anteriormente no local, mas, assim como o Ystilingue, seu vizinho de porta, e a galeria Quina, terá ateliês, exposições, palestras e oficinas entre suas atividades. O espaço é mantido por um grupo de seis profissionais das áreas de arte, design e arquitetura: Bruno O., Julia de Assis, Mauro Figueiredo, Natacha Rena, Rafo Barbosa e Talita Lessa.

Restaurante Popular no Facebook

Onde: Restaurante Popular – Edifício Maletta – avenida Augusto de Lima, 245, sobreloja 34, Centro // Quando: qua., das 19h às 23h // Quanto: entrada gratuita


Destaque 08/02 – Luau na praia

 

sarauviralata

Sarau Vira-Lata realiza edição na praça da Estação

Como cachorro não resiste à lua cheia, o Sarau Vira-Lata terá clima de luau, na praia mais famosa de Belo Horizonte. A reunião, na praça da Estação, é aberta ao público. Basta chegar a partir das 20h30, levando sua poesia, prosa, conto, performance, obra de arte, instrumento, voz, latido. Realizado desde outubro de 2011, o Sarau Vira-Lata é um evento quinzenal itinerante que percorre diferentes praças, parques e outros espaços de BH. Para juntar-se à matilha, acompanhe a programação nos sites abaixo.

Poesia Vira-Lata // Sarau Vira-Lata no Facebook

Onde: Praça da Estação // Quando: qua., às 20h30


Quinta Feira 09/02 – Drïka

 

drika

Peça propõe reflexão sobre a história e os rumos da subjetividade gay

O humor característico da maioria das peças de temática homossexual em cartaz na Campanha de Popularização do Teatro e da Dança dá o tom em “Drïka”, que pode ser vista na Funarte MG – Casa do Conde até este domingo. A diferença é que a montagem do coletivo Teatro 171 não reforça o preconceito por meio de piadas, mas propõe uma reflexão sobre a história e os rumos da subjetividade gay. Henrique Limadre, Luiz Felipe Matoso e Paolo Mandatti interpretam três personagens em tempos diferentes. Definida pelo próprio grupo como um “stand up drama musical gay”, “Drïka” estreou em 2011, somando-se a “Av. Pindorama”, “171” e “Circo do Lixo” no currículo do Teatro 171, grupo formado há quatro anos em Belo Horizonte.

Everybody Loves Drïka // Teatro 171 // Funarte MG (Casa do Conde)

Onde: Funarte MG – Casa do Conde – rua Januária, 68, Floresta // Quando: qui. a sáb., às 21h; dom., às 19h // Quanto: R$ 5, preço único nos Postos Sinparc; R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia), na bilheteria do teatro // Informações: (31) 3213-3084


Quinta Feira 09/02 – Cachorros Não Sabem Blefar

 

cachorros

Cia. 5 Cabeças leva seu teatro do absurdo de volta ao cartaz

O tempo e a incomunicabilidade contemporâneos são as questões centrais na peça “Cachorros Não Sabem Blefar”, que será encenada desta quinta a domingo no Teatro Klauss Vianna, na programação do 6º Verão Arte Contemporânea. A montagem, que estreou em setembro e ficou em segundo lugar na categoria Artes Cênicas no Prêmio Mixsórdia 2011, baseia-se na dramaturgia clássica do teatro do absurdo, acrescido de referências visuais de filmes do grupo inglês DV8 Physical Theatre e do cineasta mexicano Luis Buñuel, sob direção de Byron O’Neill. A peça dá continuidade à pesquisa iniciada em 2009 com a cena curta “Cinco Cabeças à Espera de Um Trem”, que originou a Cia. 5 Cabeças.

Cia. 5 Cabeças // Teatro Klauss Vianna – Oi Futuro

Onde: Teatro Klauss Vianna – Avenida Afonso Pena, 4.001, Mangabeiras // Quando: qui. a sáb., às 21h; dom., às 19h // Quanto: R$14 (inteira), R$7 (meia); pessoas chamadas Caio não pagam ingresso, apresentando carteira de identidade original // Informações: (31) 3229-3131


Sexta Feira 10/02 – Autoramas + Gramofocas

 

autoramas

Rock carioca e candango no Studio Bar

Direto da cidade maravilha, o Autoramas retorna à Beagá para realizar o lançamento do novo álbum do trio, “Música Crocante”. As referências vão da surf music, new wave, rockabilly, à Jovem Guarda e punk rock, com guitarras com timbres marcantes, baixo distorcido e batidas dançantes. Do DF, o Gramofocas é um tributo ao álcool, Ramones e rock sujo com influências de country e letras hilárias. A discotecagem fica por conta dos DJs Big Paul V8, Bart 53HC e Flaming Friends. Dose dupla de Heineken para quem chegar entre 22 e 23h.

www.myspace.com/osgramofocas // http://autoramas.uol.com.br //  www.studiobar.com.br // www.53hc.com

Onde: Studio Bar – Rua dos Guajajaras, 842 – Centro // Quando: 22h // Quanto: R$25 // Informações: (31) 3271-7237 e 3047-1020


Sexta Feira 10/02 – Piolho Nababo

 

piolhonababo

Mostra apresenta individual de Wilton Vinicius

A individual “Beco da Lama”, do artista Wilton Vinicius, será apresentada no Piolho Nababo desta sexta-feira. A exposição reúne pinturas que retratam discórdia, abandono, alcoolismo e miséria. Autointitulado artista “suburbano marginal”, Wilton mostra, com seus novos trabalhos, uma visão periférica que não apenas retrata mas denuncia. A noite no Ystilingue terá ainda discotacagem do DJ Mingote.

Piolho Nababo

Onde: Ystilingue – Edifício Maletta – avenida Augusto de Lima, 1.148, sobreloja 35, Centro // Quando: sex., às 19h // Quanto: entrada gratuita


Sexta Feira 10/02 – Rock Forty Fives

 

rockfortfives

A história do rock contada em compactos n’A Obra

Os discos de vinil de 45 RPM surgiram na década de 1950 e se popularizaram pelo tamanho compacto e por levar nos dois lados executáveis de uma vitrola uma canção de sucesso no “lado A” e um “lado B” com uma canção menos conhecida. A Vinyl Land Records, selo voltado exclusivamente a lançamentos de LPs e Compactos, apresenta a festa dedicada aos pequenos bolachudos: “Rock 45s – A História do Rock n’ Roll contada em Compactos”, que rola a partir das 22h, n’A Obra, com os DJs Paulo Beto (Anvil FX), Luiz Valente (Vinyl Land Records) e Zé Pequeno (Sossega Leão).

www.aobra.com.br // www.vinyllandrecords.com

Onde: A Obra – Rua Rio Grande do Norte, 1168 – Savassi // Quando: 22h // Quanto: R$20 // Informações: (31) 3215-8077 e 3261-9431


Destaque 10/02 – Inéditos em BH e Passou Batido

 

singularidades

Mostras na Humberto Mauro tentam suprir lacunas na programação local

A partir desta sexta-feira, filmes recentes ainda inéditos em Belo Horizonte ou que tiveram curta temporada em cinemas da capital poderão ser vistos na Humberto Mauro. Reunidas em uma só, as mostras Inéditos em BH e Passou Batido exibirão 15 filmes produzidos entre 2004 e 2011. Inspirado em conto de Eça de Queiroz, “Singularidades de Uma Rapariga Loura”, produção de 2009 dirigida por Manoel de Oliveira, abre a programação nesta sexta-feira, às 17h. Outros destaques são “As Praias de Agnès”, (2008), de Agnès Varda, “Lola” (2009), do filipino Brillante Mendoza, “As Canções” (2011), de Eduardo Coutinho, e as produções belo-horizontinas “Morada”, de Joana Oliveira, e “Estado de Sítio”, ambas de 2010.

Cine Humberto Mauro – Palácio das Artes

Onde: Cine Humberto Mauro – Palácio das Artes – av. Afonso Pena, 1.537, Centro // Quando: até 29.fev; confira programação no site // Quanto: R$ 5 (inteira); R$ 2,50 (meia) // Informações: (31) 3236-7400


Sábado 11/02 – Conversa em Quadrinhos

 

conversaemquadrinhos

Bate papo com quadrinistas na Biblioteca Pública Infantil e Juvenil

Este sábado o projeto Conversa em Quadrinhos recebe, a partir das 11h30, os quadrinistas Damasceno e Luis Felipe Garrocho, do site Quadrinhos Rasos, que ficaram em segundo lugar na categoria Publicação Impressa e Internética no Prêmio Mixsórdia 2011. Os dois irão bater um papo sobre Quadrinhos Rasos, Achados e Perdidos e novos planos. A dupla começou o projeto em 2010 e hoje desenha, a quatro mãos, para a MAD. No site desafiam-se a transpor letras de canções para a nona arte.

www.quadrinhosrasos.com

Onde: Biblioteca Pública Infantil e Juvenil – Rua Carangola, 288 – Santo Antônio // Quando: 11h30 à 13h // Quanto: de graça // Informações: (31) 3277-8658


Sábado 11/02 – I Baile Mineiro de Bregarnaval

 

breganaval

Show temático, concurso de fantasias e outras atrações no Granfino’s

Organizada pela Orquestra Mineira de Brega, o I Baile Mineiro de Bregarnaval acontece depois de um dia inteiro agitado por inúmeros blocos de rua, shows em praça pública e muita alegria. Além de um show temático da Orquestra, interpretando pérolas bregas da música popular em versão de samba e marchinhas, a festa terá a participação do DJ Big Paul The Momo, com o melhor das velharias, dores de cotovelo e joias de outros carnavais. Durante o evento será realizado um concurso para eleger e premiar as melhores fantasias “bregarnavalescas”.

http://www.facebook.com/events/241710589241306/ // http://pt-br.facebook.com/pages/Orquestra-Mineira-de-Brega/214021818614812

Onde: Granfino’s – Av. Brasil, 326 – Santa Efigênia // Quando: 22h // Quanto: Fantasiados pagam R$15, demais R$20 // Informações: (31) 3241-1482


Sábado 11/02 – Veronez e Seu Conjunto

 

veronez

Baile ao som dos anos dourados no Caiçara

Em uma homenagem aos anos dourados, Veronez e seu conjunto apresentarão boleros e repertório musical dos anos 40 e 50 em show neste sábado, no Centro de Referência da Pessoa Idosa (Caiçara). No palco, Marcelo Veronez, nos vocais, terá a companhia da também cantora Carla Gomes e de um conjunto formado por sete músicos. NO repertório, sucessos como “Índia”, “Meu primeiro amor”, “Babalu”, “Perfídia”, “Colcha de Retalhos”, “Alguém me Disse”, “Besame Mucho”, “El Dia que me Quieras”. A próxima edição será no Centro Cultural Padre Eustáquio, no dia 25 de fevereiro.

Centro de Referência da Pessoa Idosa

Onde: Centro de Referência da Pessoa Idosa – av. Pedro II, entrada pela rua Perdizes, 336 (antigo clube Tancredão), Caiçara // Quando: sáb., às 16h // Quanto: de graça // Informações: (31) 3229-3131


Sábado 11/02 – A Gênese da Vertigem

 

agenesedavertigem

Diretor Antônio Araújo lança livro e conversa com público mineiro

Diretor artístico do grupo paulista Teatro da Vertigem, Antônio Araújo estará em Belo Horizonte neste sábado para o lançamento do livro “A Gênese da Vertigem – O processo de criação de O Paraíso Perdido”. O espetáculo inaugural do grupo, que estreou em 1992, foi apresentado na capital em 2004, assim como “O Livro de Jó” (1995) e “Apocalipse 1,11” (2000), que formam a Trilogia Bíblica. O lançamento será no projeto Sabadão, do Galpão Cine Horto, que promoverá um bate-papo do autor com o público. Na sexta-feira, Araújo é o convidado para um debate após a apresentação da peça “Medeiazonamorta”, do Teatro Invertido, no Centro Cultural UFMG.

Galpão Cine Horto // Teatro da Vertigem

Onde: Galpão Cine Horto – rua Pitangui, 3.613, Horto // Quando: sáb., às 15h // Quanto: de graça // Informações: (31) 3481-5580


Sábado 11/02 – O Som que Vem das Ruas

 

osomquevemdasruas

Show terá trio Elo da Corrente e MC Rodrigo Brandão, de São Paulo

Pelo segundo ano consecutivo, o Duelo de MC’s, realizado às sextas-feiras debaixo do Viaduto Santa Tereza, sobe ao palco de um “grande teatro” da capital. No ano passado, no Palácio das Artes, além de empolgantes demonstrações ao vivo de grafite, break, rap e beats, o que se viu foi um tributo à guerra de estilos nova-iorquina, sem menções à trajetória do hip hop belo-horizontino, uma história que extrapola o Duelo e ainda está por ser contada. O palácio da vez é o Sesc Palladium, no qual será apresentado o show completo do CD “O Som que Vem das Ruas”, lançado em 2011. A Família de Rua também traz de volta a BH o trio paulistano Elo da Corrente, que se apresentou no último Eletronika, e o MC Rodrigo Brandão, também de São Paulo. A festa ainda contará com apresentações de dança.

Duelo de MC’s // Sesc Palladium // 6º Verão Arte Contemporânea

Onde: Sesc Palladium – rua Rio de Janeiro, 1.046, centro // Quando: sáb., às 20h // Quanto: R$ 10 (inteira), R$ 5 (meia) // Informações: (31) 3273-6974


Destaque 11/02 – S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L.

 

sensacional

3ª edição do festival de música gratuita acontece na Praça da Liberdade

O Simpósio de Empreendedorismo Nada Sensato Articulado no Cenário Internacional e Organizado por Nossos Amigos Legais chega a sua terceira edição, antecipando o carnaval. O festival leva para a Praça da Liberdade uma variedade de apresentações musicais dançantes e festeiras. Entre 14h e 22h o público poderá assistir aos shows das bandas Iconili (BH), Graveola e o Lixo Polifônico (BH), Orquestra Voadora (RJ), Balcony Players (Holanda) e Pequena Morte, banda belorizontina anfitriã do evento. A discotecagem entre os shows fica por conta dos seletores do Roodboss Soundsystem e da DJ Palomita.

www.facebook.com/festivalsensacional // www.balconyplayers.com // www.orquestravoadora.com.br // www.pequenamorte.com.br // www.graveola.com.br // www.myspace.com/iconili //

Onde: Praça da Liberdade // Quando: 14h // Quanto: de graça // Informações: (31) 3277-8658


Domingo 12/02 – Minas Rock Beneficente

 

minasrock

Segunda etapa do evento solidário no Matriz

Criado para ajudar os desabrigados pela chuva em Beagá, o “Minas Rock Beneficente” acontece em sua segunda etapa neste domingo, às 14 horas, na casa de shows Matriz. A noite contará com participações das bandas Sacrificed, Festenkois, Thunderwrath, Mezbeth, Renovier, Black Fall, Sweet Sinners e Nostoi. O ingresso para cada evento custará R$6 + 1 kg de alimento não perecível. Levando agasalhos e/ou roupas usadas você ganha um CD das bandas participantes.

www.sacrificed.com.br // www.myspace.com/​thunderwrathmetal // http://palcomp3.com/​mezbeth // www.myspace.com/renovier // www.myspace.com/​sweetsinnersbh // www.myspace.com/nostoi // www.myspace.com/festenkois // www.matrizbh.com.br

Onde: Casa Cultural Matriz – Rua Guajajaras, 1353 – Centro // Quando: 14h // Quanto: R$6 + 1 kg de alimento não perecível // Informações: (31) 8886-9622


Domingo 12/02 – Oficina de Máscaras

 

oficinademascaras

Blocos do Grito + Coletivo do Delírio realizam atividade na Serra

Nos dias 05 e 12 de fevereiro, às 15h, o pessoal do Delírio Coletivo e Bloco do Grito realizam uma atividade totalmente carnavalesca: uma oficina de Máscaras. Para participar basta mandar e-mail para deliriocoletivo2010@gmail.com para receber mensagem com o endereço. O investimento é de R$10 e é necessário levar também um rolo de gaze engessada. O Delírio Coletivo é uma experiência gastronômica idealizada por oito amigos que, a partir de um surto psicótico, decidem abrir um restaurante uma vez por mês na casa de um deles.

http://deliriocoletivo.wordpress.com

Onde: Serra // Quando: 15h // Quanto: R$10 + um rolo de gaze engessada // Informações: deliriocoletivo2010@gmail.com


Domingo 12/02 – Concurso Mineiro de Marchinhas de Carnaval 2012

 

monobloco

Final conta com shows do Monobloco e Orquestra Mineira do Brega na Praça da Liberdade

Este domingo a Praça da Liberdade recebe, a partir do meio dia, a final do Concurso Mineiro de Marchinhas de Carnaval. Gratuito, o evento vai apresentar shows da banda carioca Monobloco e da Orquestra Mineira do Brega. Para incentivar a brincadeira, todos podem participar, mas a marchinha tem de ser inédita e o autor que não for intérprete terá sua marchinha interpretada pela Orquestra Mineira do Brega. As composições serão avaliadas por três jurados da área cultural de Beagá e serão selecionadas até seis marchinhas que serão apresentadas ao vivo para a escolha das três campeãs.

www.concursodemarchinhasbh.com.br

Onde: Praça da Liberdade // Quando: 12h // Quanto: de graça


Segunda Feira 13/02 – Navalha na Carne

 

navalha

Adaptação de Plínio Marcos marca estreia de grupo teatral

A companhia Confesso transpõe para os dias de hoje a peça “Navalha na Carne”, escrita por Plínio Marcos em 1967. Na montagem, o desentendimento entre a prostituta Neusa Sueli, o cafetão Vado e o homossexual Veludo se passa em um bar decadente, no qual o público fica cara a cara com os atores. A peça, que estreou no início do mês, é a primeira montagem do Grupo Teatral Confesso, formado por Guilherme Colina, Clébia Vargas, Alex Valle e Fernanda Hallais. Cumpre rara temporada de segunda a quarta-feira no também novo Espaço Cultural Oratório, ao lado do bar homônimo em Santa Efigênia.

Onde: Espaço Cultural Oratório – rua Álvares Maciel, 190, Santa Efigênia // Quando: seg. a qua., às 20h; até 29.fev (exceto no Carnaval) // Quanto: R$10 // Informações: (31) 8718-5498 e (31) 8756-6254


Mxs Bônus Todo Dia Eu Tô no Bar

 

aguadecachorro

Álbum da banda Água de Cachorro pode ser baixado de graça

Lançado em CD em novembro passado, “Todo Dia Eu Tô No Bar”, primeiro álbum da banda belo-horizontina Água de Cachorro, conquistou o terceiro lugar na respectiva categoria no Prêmio Mixsórdia 2011. As 12 faixas transitam entre acordes de viola, contrabaixo, Plebe Rude, Mano Negra, funk, forró, apito de navio, descarga de caminhão, latidos e viagens através das fronteiras globalizadas. Ao longo da audição, vai batendo um banzo no coração mais desenraizado, que sempre encontra um porto seguro na mesa de um bar.

Todo Dia Eu Tô No Bar // Água de Cachorro


Mxs Bônus Oficina de roteiro para HQ

 

oficinaderoteiro

Inscrições abertas

http://cenexfalehq.wordpress.com/

Com inscrições até dia 16 de março, a oficina de roteiro de histórias em quadrinhos será realizada na UFMG, no campus Pampulha, a partir de 24 de março. O curso terá conteúdo teórico e prático com foco em elementos que constituem um roteiro e na construção dos personagens. Além disso, apresentará panorama histórico da arte dos HQs, abordando os diferentes estilos e tradições ao redor do mundo. A oficina será ministrada pelo professor Márcio dos Santos Rodrigues, mestre em História pela UFMG e pesquisador de HQs, e por Paulo Corrêa, graduando em Letras pela UFMG e roteirista. A idade mínima para inscrição é de 15 anos e não há necessidade de teste de nivelamento. O curso acontece de 24 de março a 19 de maio, sempre aos sábados, das 8h às 12h30.


Mxs Bônus Blocos de Carnaval

 

blocos

Esta semana BH já entra em clima de carnaval.

Confira a agenda dos blocos 2012


Mxs Bônus Urbe

 

urbe

Revista sobre cultura visual urbana e contemporaneidade

Editada em Porto Alegre, com curadoria de Vitor Mesquita, a revista Urbe estreou em 2011 com uma edição sobre “cartografias urbanas”, que ultrapassa as fronteiras gaúchas e pode ser baixada gratuitamente no site abaixo. “De caráter menos geográfico e mais de pertencimento”, a publicacão traz artigos do psicólogo e artista social Daniel Caminha, do coletivo Nômade, sobre o conceito de transvencão, o jornalista e galerista Lucas Pexão aborda o skate como performance e arte, o arquiteto e diretor do IPHAE, Eduardo Hahn propõe intervencão nos paredões de prédios que fazem limite com a Biblioteca Pública, só para citar alguns textos.

Revista Urbe