mixsórdia

Mixsórdia >> Guia Cultural >> Belo Horizonte | MG | Brasil
mix.sór.dia (sin) >> miscelânea de aconteces >>
sair da inércia e arranhar o diverso >>
hoje à tarde? amanhã à noite? >> pulsar



Destaque 18/09 Vendendo Peixe

vendendopeixe_mlvp

Encontro multimídia propõe interação, vivência e trocas criativas no Mercado Novo

Um sábado, uma área quase esquecida no centro de Beagá e pessoas reunidas pela vontade de agir e criar farão acontecer o Vendendo Peixe, uma oportunidade de compartilhar ideias e trabalhos com total liberdade. O projeto é uma reedição da Mostra Autônoma Temporária Kréu Krio, que aconteceu em 2008 e reúne artes plásticas, lambes, grafite, bandas, música de improviso, instalações, vídeo, arte digital, e muito mais. A essência do Vendendo Peixe está no acaso e no imprevisível dos encontros casuais entre quem se dispõe a criar junto ou separado, mas ao mesmo tempo.

Durante todo o dia haverá shows de gêneros tão variados quanto a viola e o grindcore, passando por jazz, folk, rap, samba, rock setentista e surf music. A Sala de Viola Vicente Machado, formada por músicos que se encontram aos sábados no próprio Mercado Novo para tocar, abrirá a programação musical, que terá ainda apresentações das bandas Apto2qtos e Água de Cachorro, do rimador Casper Roots, do grupo Samba de Terreiro e das bandas Ram, Vostok Deluxe e Grupo Porco de Grindcore Interpretativo, que fechará o evento com chave de lata enferrujada. No Vendendo Peixe também será lançado o zine “A Zica”, com trabalhos de vários artistas da capital e uma convidada do sul do país. Vários deles participarão do evento, ao lado da arte digital do Graffiti Research Lab Brasil, das intervenções em vídeo do movimento La Boquinha e de outros artistas e galerias. No Bar do Peixe, será servida cerveja, refrigerante, água e a cachaça artesanal Pratiana. Para comer, além das lanchonetes e restaurantes do próprio Mercado Novo, haverá opções vegetarianas do Vegtuts.

O Vendendo Peixe é organizado por pessoas unidas pelo interesse em praticar ações autônomas que dialogam com a cidade, um grupo que usa o nome comum Urubois e que inclui os editores do guia on-line Mixsórdia. Trata-se de uma iniciativa independente, realizada sem financiamento por lei de incentivo ou grande patrocinador. O Vendendo Peixe conta com o apoio financeiro da loja Detono Graffiti, das galerias Desvio, Quina e Mini e do café Arcângelo, além do apoio logístico do Endêmico Soundz, da Oficina de Imagens, do FitaK7 Podcast e do Mercado Novo BH.

O Mercado Novo não foi escolhido à toa. É uma grande galeria comercial projetada nos anos 60 para servir como concorrente ao famoso Mercado Central, não vingou como previsto e hoje é um espaço pouco conhecido e desvalorizado, incrustado no centro de Belo Horizonte. O seu terceiro andar, com suas centenas de boxes, está quase abandonado, à exceção de uma dezena de lojas e oficinas. Um lugar em sintonia com o Vendendo Peixe, que busca o que está à margem e não é enxergado numa cidade, que está em constante movimento e é volátil, às vezes, perecível e descartável.

Se você também curte criar com liberdade, compartilhando ideias e passeando pela cidade, apareça lá no Mercado Novo também, no sábado, 18 de setembro, das 10h às 18h. É aberto e é de graça! Acompanhe no blog abaixo as novidades do Vendendo Peixe.

http://urubois.org/vendendopeixe/

Local: Mercado Novo – Av. Olegário Maciel, 742 – Centro // Horário: 10h às 18h // Entrada: gratuita // Informações: (31) 8850-7100


Quarta Feira 15/09 Corpo e Tecnologia

Palestra com Rodrigo Quik no OI Cabeça

Nessa quarta o profissional da dança contemporânea, artista e também pesquisador de novas mídias, Rodrigo Quik participa de um encontro pelo projeto OI Cabeça. Neste encontro, Rodrigo Quik pretende expor para o público o seu trabalho de pesquisa em dança, vídeo, imagem-movimento e web arte. Algumas denominações definem o foco de seu trabalho, tais como Arte e Tecnologia, Arte e Novos Meios, Arte e Novas Tecnologias, Arte e Novas Mídias e Arte Tecnológica. Todas as suas experimentações artísticas buscam se integrar à dança contemporânea.

Também no Multiespaço OI Futuro a Quik Cia de Dança apresenta os espetáculos Formas e Linhas, e Mulher Mulheres. O primeiro tem como campo de trabalho uma pesquisa sobre o pensamento e formas que a História agrupa sob o nome muito genérico de pós-cubismo e acontece nos dias 23 e 24 de setembro às 21h. O segundo representa no palco os questionamentos e complexidades como um microcosmo da figura feminina na sociedade contemporânea e pode ser visto nos dias 25 às 21h e 26 de setembro às 19h. Os ingressos custam R$15.

http://www.oifuturo.org.br

Local: Multiespaço OI Futuro – Av. Afonso Pena, 4001 – Mangabeiras // Horário: 19h // Entrada: gratuita // Informações: (31) 3229-3131


Quarta Feira 15/09 Estudo sobre as esperas

lacasalacasa

Vídeoexposição de Pedro de Filippis

Na exposição “Estudo sobre as esperas”, o mineiro Pedro de Filippis explora os tempos mortos do fazer documental, reunindo fragmentos de seus trabalhos recentes. São registros dos momentos que antecedem falas e ações não premeditadas, o que, segundo o artista, aproxima a linguagem do documentário à da ficção. A videoexposição será nesta quarta-feira, dentro do projeto Casa Tomada, realizado mensalmente na escola de idioma La Casa Mayor, no Carmo Sion. Também haverá discotecagem da DJ Black Josie e um bar, que servirá empanadas.

www.zuinn.com.br/pedrodefilippis

www.myspace.com/djblackjosie

lacasamayor.com.br

Local: La Casa Mayor – r. Germano Torres, 28, Carmo Sion // Horário: das 19h às 23h // Entrada: R$ 6 // Informações: (31) 8896-1858 e contato@lacasamayor.com.br


Quarta Feira 15/09 1,2 na dança

dancadanca

Mostra internacional de duos e solos no teatro Alterosa

Devido à oportunidade de criação mais autoral ou mesmo à economia, duos e solos são parcela significativa da produção atual da dança. Mas o formato mínimo, não se engane, dá conta da diversidade de linguagens da dança contemporânea. O suficiente até para uma mostra apenas com esse tipo de formação, a 1,2 na dança, que este ano chega à sétima edição, com 11 espetáculos de quatro estados, inclusive Minas. O solo “Quase Ela”, da paulista Morena Rosa, abre o evento nesta quarta, após o lançamento da série de livros “Personalidades da Dança Mineira”. A coleção, que registra a história de Natalia Lessa, Carlos Leite, Klauss Vianna, Dulce Beltrão, Ana Lúcia de Carvalho, Marilena Martins, Helena Vasconcelos e Maria Clara Salles, foi organizada pelo bailarino, coreógrafo e doutor em Educação Arnaldo Leite Alvarenga. As apresentações vão até domingo, no teatro Alterosa.

Também dentro da mostra 1,2 na dança, serão realizadas oficinas e um encontro com Angel Vianna, viúva e parceira de pesquisa do mestre Klauss. Diretora do Espaço Novo – Centro de Estudos do Movimento e Artes da Faculdade Angel Vianna, ela ministrará a palestra “Dança: Formação livre e acadêmica”, na Corpo Escola de Dança (av. Bandeirantes, 866, Mangabeiras; 3221-7701), na sexta-feira, 17/09, às 19h, com entrada franca.

escolacorpo.blogspot.com

www.uai.com.br/teatroalterosa/

Local: Teatro Alterosa – av. Assis Chateaubriand, 499, Floresta // Horário: qua. a sáb., às 21h; dom., às 19h// Entrada: R$ 12 (inteira), R$ 6 (meia) // Informações: (31) 3194-9305


Quarta Feira 15/09 Bienal Zero

bienal0bienal0

Arte universitária da América Latina na Guignard e Biblioteca Central da UFMG

A Bienal Universitária de Arte é um espaço aberto para tornar visível o trabalho realizado pelos estudantes de graduação das universidades brasileiras e latino-americanas. A proposta é apresentar a diversidade dessa produção artística, visando o intercâmbio das pesquisas em artes visuais realizadas no âmbito universitário. Cada instituição indicou seus representantes e a seleção foi realizada pelos próprios professores, que priorizaram trabalhos artísticos que apresentassem pesquisas inovadoras realizadas nos programas de graduação de cada instituição. Participam da Bienal estudantes das seguintes instituições: Universidade Federal de Minas Gerais, Universidade Estadual de Minas Gerais, Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Universidade de Campinas e Universidade de Córdoba.

Locais: Biblioteca Central da UFMG – Av. Antônio Carlos, 6627 – Pampulha | Escola Guignard/UEMG – Rua Ascânio Bulamarque, 540 – Mangabeiras // Horário: Inauguração às 11h na Biblioteca Central da UFMG e às 20h30 na Escola Guignard/UEMG | Exposição de 15 de setembro a 15 de outubro de 09h às 18h // Entrada: gratuita // Informações: (31) 9212-2467


Quinta Feira 16/09 Transborda

transbordatransborda

Festival de Artes Transversais vai até domingo

Até este domingo, o Transborda – Festival de Artes Transversais – inunda a capital mineira com shows de 32 bandas, 6 oficinas, 3 apresentações teatrais, e outras atividades que ocupam seis espaços de Beagá. A Praça da Estação será o principal cenário do festival. Completam o circuito o Conservatório de Música e o Centro Cultural da UFMG, as casas de show Studio Bar, Nelson Bordello e Utópica Marcenaria. As atrações musicais procuram fazer um retrato do que tem sido produzido no circuito independente brasileiro dentro de estilos diversos como rock, heavy metal, samba, punk, hip-hop e ska. A programação mescla nomes conhecidos do grande público, como B Negão & os Seletores de Frequência, com alguns destaques da cena local, estadual e nacional, como Black Sonora, 4Instrumental (Sabará, MG) e Júpiter Maçã (Porto Alegre, RS). O festival também abriga o Congresso Fora do Eixo – Etapa Regional, encontro que reúne 16 coletivos mineiros, representantes do Espírito Santo e todos que se inscreveram, gratuitamente, para acompanhar as discussões. Veja no site do evento a programação completa, os horários, endereços e valores das atrações.

http://festivaltransborda.com.br

.


Sexta Feira 17/09 Discobox

discoboxdiscobox

House music no Velvet com o DJ paulista Renato Cohen

Nesta sexta o Velvet Club recebe mais uma edição da Discobox, projeto de house music também focado nas tendências modernas do nu disco e new wave. O DJ Renato Cohen (SP) é um dos principais nomes da cena eletrônica nacional e atualmente é residente do Club Clash e organiza a noite Comiskey Park no clube Hot Hot, que vai da disco ao tech-house. Completando o line-up, a festa recebe ainda o residente e produtor Daniel D comemorando seu aniversário e Mahah fazendo o warm up.

http://velvetclub.blogspot.com

Local: Velvet Club – Rua Sergipe, 1493 – Funcionários // Horário: 23h // Entrada: (fem.) R$15, após 2h: R$ 20 | (masc.)
R$20, após 2h: R$ 25 // Informações: (31) 3284-0836


Sexta Feira 17/09 VI Mostra Imagem dos Povos

Mostra e Seminário até 23 de setembro, no Belas Artes

O Festival Internacional Imagem dos Povos é uma Mostra Audiovisual que reúne anualmente obras e artistas de diversos lugares do mundo para um encontro em Minas Gerais, com a nossa cultura, com nossos criadores e com nosso público. O festival este ano aborda a relação entre a produção audiovisual do Brasil e de países das Américas e está divido entre os programas Imagens do Cone Sul; Imagens da América Andina; Imagens da América Central; Imagens dos Estados Unidos; Imagens do Canadá Imagens do Brasil e Imagens de Minas Gerais. Durante a mostra acontece também o VI Seminário Internacional do Audiovisual que propõe uma discussão sobre a realidade de financiamento, veiculação e tecnologia digital nas Américas.

www.imagemdospovos.com.br

Local: Cinema Belas Artes – Rua Gonçalves Dias, 1581 – Lourdes // Entrada: gratuita // Informações: (31) 2512-5885


Sexta Feira 17/09 Sambêro

jonasjonas

Show de Mestre Jonas no Conservatório UFMG

Depois de uma década de colaboração com outros da nova geração da música popular mineira, Mestre Jonas finalmente estreia em disco. É o recém-lançado Sambêro que ele apresentará no show desta sexta-feira, no Conservatório UFMG. A gíria carioca que dá título ao álbum denota falta de intimidade com samba, mas é só uma maneira de deixar claro de antemão que aqui o gênero é relativizado. Conduzido pela música africana, percorre o caminho de Gismonti, Powell e outros nomes do século 20 e chega ao jazz, na companhia de seu contemporâneos Aline Calixto, Leopoldina, Thiago Delegado e Miguel dos Anjos. Belo-horizontino do Aglomerado da Serra, o  violonista, cantor e compositor Mestre Jonas nasceu em 1976.

www.myspace.com/mestrejonas

mestrejonasmestre.blogspot.com

www.ufmg.br/conservatorio/

Local: Conservatório UFMG – av. Afonso Pena, 1.534, Centro // Horário: 20h // Entrada: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) // Informações: (31) 3409-8333


Sexta Feira 17/09 Solo Para Coisas Quase Esquecidas

soloparacoisassoloparacoisas

11 anos do curso de Teatro da UFMG

“Solo Para Coisas Quase Esquecidas” encerra, nesta sexta, a comemoração aos 11 anos do curso de Teatro da Escola de Belas-Artes da UFMG. Na peça, sobre sair e retornar de casa, há apenas uma menina e uma gaiola. A personagem é interpretada pela atriz e cantora Júlia Branco, já formada na Licenciatura em Teatro pela escola e atualmente estudante do Bacharelado. Também são dela e da diretora Carla Normagna alguns dos textos, ao lado de escritos de Philippe Minyana, traduzidos por Assis Benevenuto e Thell Guerson, Maria Gabriela Llansol e Julia Panadés. “Solo Para Coisas Esquecidas” reúne um time de jovens criadores mineiros.: colaboração de Ludmilla Ramalho e Gui Augusto e cenário de Eduardo Andrade e Christiana Quady, que também assina o figurino, junto com  com Paolo Mandatti. A cenotecnia é feita por Cristiano Diniz, a criação e operação de luz, por Milena Pitombo, os vídeos são de Gabriel Sanna, a trilha sonora, de Luiz Rocha, a produção, de Renata Corrêa e a arte gráfica, de Luísa Horta.

www.eba.ufmg.br

Local: Sala Preta do Curso de Graduação em Teatro da UFMG – av. Antônio Carlos, 6.627, Pampulha // Horário: 20h // Entrada: gratuita – senhas distribuídas 30 minutos antes do espetáculo // Informações: (31) 9722-9439 ou (31) 8826-3210


Sábado 18/09 Cine Cabaré

cabaretcabaret

DJ Carmelita Gonzáles comanda festa no Cineclube Savassi

A atmosfera glamourosa e elegante dos cabarés retratados no cinema inspira a festa deste sábado no Cineclube Savassi. A proposta é recriar o universo boêmio das décadas de 40 e 50, partindo da livre inspiração nos filmes, na arte, na decoração e nos trajes daquele período. A discotecagem ficará por conta da DJ Carmelita Gonzáles e de seus convidados.

Local: Cineclube Savassi – r. Levindo Lopes, 358, Savassi // Horário: 23h // Entrada: R$ 20 (as primeiras cem pessoas ganharão uma long neck Amstel Pulse)


Sábado 18/09 – Perpendicular

perpendicularperpendicular

Intervenções artísticas no Maletta

Neste sábado borbulhante de ocupações artísticas no centro de BH, o Maletta também recebe um evento, o Perpendicular, com intervenções na galeria do próprio edifício e na Quina. Nesta edição da mostra itinerante, já realizada no Museu de Arte da Pampulha (MAP) e  em frente ao Inimá, estarão os artistas mineiros Paulo Nazareth, Coletivo Xepa, E. Mendez e Christina Fornaciari e o paulistano Shima, que está em BH participando de residência no MAP. Todos vão apresentar trabalhos desenvolvidos especialmente para o evento a partir do tema “cenário # ambiente”, cujas descrições já se encontram no blog do Perpendicular.

artecontemporanealtda.blogspot.com

www.coletivoxepa.net

chrispsiu.blogspot.com

shima.art.br

perpendicularcenarioambiente.blogspot.com

www.flickr.com/photos/quinagaleria

Local: Galeria do Ed. Maletta e Quina – r. da Bahia, 1.148, Centro // Horário: das 15h às 19h // Entrada: gratuita


Sábado 18/09 – Gorduras Saturadas

fritonahorafritonahora

Frito na Hora convida Matéria Prima, Ravel, Titane e Silvia Gommes

A orquestra de percussão Frito na Hora acrescenta ingredientes novos à sua receita já bem improvisada, convidando artistas para os shows coletivos da série Gorduras Saturadas. Neste sábado, os 19 músicos comandados por Milagros Vazquez colocam no tacho as vozes de Titane e Silvia Gommes e também os MCs Matéria Prima e Ravel, do Zimun. Os shows vão rolar na sede do grupo de circo Trampulim.

www.fritonahora.com

www.myspace.com/materiaprimaraps

www.titane.com.br

www.myspace.com/silviagommes

www.trampulim.com.br

Local: Espaço Trampulim – r. Prof. Tavares Paes, 106, Jardim América (esquina com av. Barão Homem de Melo) // Horário: 20h // Entrada: R$ 10 // Informações: (31) 9251-9021 e 9712-2657


Domingo 19/09 Aqui Jazz

Projeto gratuito acontece pela primeira vez na Praça do Papa este domingo

Erroneamente a o Aqui Jazz saiu no último Mixsórdia. Na verdade a quinta edição 2010 do projeto cultural Aqui Jazz leva o grupo Take Five, neste domingo pela primeira vez para a Praça do Papa (Praça Governador Israel Pinheiro, Mangabeiras), com entrada franca. Os músicos irão interpretar sucessos do jazz internacional como, Georgia on my mind, Blue Moon, As times goes by, Manhattan, Night and Day, Misty e Summer Time, e também clássicos nacionais como, O Barquinho, A Felicidade, Corcovado, Desafinado, Samba de Verão, Samba de uma Nota Só e Garota de Ipanema estarão no set list. O projeto Aqui Jazz, que já está em seu sexto ano consecutivo, leva às principais praças da cidade, espetáculos de música instrumental dos mais variados estilos: MPB, jazz, bossa nova, pop internacional e clássicos. Uma característica dessas apresentações é a presença de um belíssimo Cadilac 1974, integrando o cenário, e que faz parte da frota de veículos do Parque Renascer. Os shows acontecem sempre aos domingos, pela manhã, ao ar livre, e são gratuitos.

Local: Praça do Papa – Mangabeiras // Horário: 11h // Entrada: gratuita


Domingo 19/09 – mini móbile

minimobileminimobile

Galeria instala-se na praça da Liberdade

Neste domingo, a mini vai dar um passeio pela sua nova vizinhança, subindo a Cristóvão Colombo até a praça da Liberdade. Lá, será instalado um container, dentro do qual estará parte do acervo de obras de arte da galeria e também graffiti, sprays, livros e revistas especializadas da sua parceira Detono. A música só poderia ficar por conta do soundsystem mais habituado às praças de Beagá, o RoodBoss. A mini móbile fica na praça até 23/09.

www.flickr.com/people/roodboss

www.minigaleria.com

www.detono.com.br

Local: Praça da Liberdade, Funcionários // Horário: das 10h às 19h // Entrada gratuita


Domingo 19/09 – Paulo Bruscky – Uma obra sem original

brusckybruscky

Exposição do artista pernambucano no Museu da Pampulha

Numa feliz coincidência, o Vendendo Peixe, correalizado pelo Mixsórdia, será no dia da abertura da exposição de Paulo Bruscky no Museu de Arte da Pampulha, a primeira do artista pernambucano aqui em Belo Horizonte. Fotógrafo, videoartista, curador, arquivista, escritor, pesquisador, ativista e artista-inventor, Paulo nasceu em 1949 em Recife, onde vive até hoje. Seus trabalhos têm questões em comum com o Vendendo, como a observação da cidade e a apropriação do espaço urbano, a verve política e a adoção de canais de propaganda e de métodos de reprodução de imagem. Então, no sábado assista a vídeos do Bruscky no cine La Boquinha no Vendendo Peixe e reserve o domingo para visitar a exposição do Paulo, que ficará no MAP até 14/11.

Local: Museu de Arte da Pampulha – av. Otacílio Negrão de Lima, 16.585 – Pampulha // Horário: ter. a dom., das 9h às 19h // Entrada: gratuita // Informações: (31) 3277-7946


Segunda Feira 20/09 – Restaurant Week

BH estreia no evento gastronômico

Começa nesta segunda a primeira edição da Restaurant Week em BH. A superpromoção gastronômica, que vai até 03/10, reúne 30 restaurantes que servirão menus com entrada, prato principal e sobremesa por R$ 27,50 no almoço e R$ 39,00 no jantar, mais R$ 1,00 para a Casa Aura. A Restaurant Week surgiu há 17 anos, em Nova Iorque, e hoje acontece em mais de 100 cidades de diversos países. Foi realizada pela primeira vez no Brasil em São Paulo, há três anos, e hoje tem edições em outras seis cidades. Confira as casas participantes no site do evento.

www.restaurantweek.com.br

.


Mxs Bônus A Zica

zicazica

Fanzine colaborativo

http://urubois.org/azica/

A Zica, urucubaca em forma de revista, é um fanzine cara-de-pau com ilustrações e textos de um tanto de gente daqui de Beagá e uma convidada do sul do país. Os temas abordados? Morte, macumba e classe média, tudo junto pra zicar de vez. A publicação é uma produção do Urubois, um grupo de pessoas unidas pelo interesse em praticar ações autônomas que dialogam com a cidade. Tudo começou quando um anunciou às bravatas e empolgado por uns goles a mais, que ia lançar um fanzine que reunisse o trabalho de todo mundo que ali estava. Muitas páginas rabiscadas e um bom tempo depois, a coisa foi tomando formato e finalmente aconteceu. E traz trabalhos do coletivo 4e25, Alessandro Aued, Bárbara Angelo, Desali, Estandelau, João Maciel, Luiza Schiavo, Luiz Navarro, Matuto, Mosh, Paula Bevilacqua, Ricardo Portilho, Thiago Mazza, Toast/Antoine e Xerelll, esse povo de Belo Horizonte, além de Mayroca Estranhoca, de Curitiba. O lançamento ofical da publicação será este sábado, durante o Vendendo Peixe, que você fica sabendo nesta edição do Mixsórdia, logo aí em cima.

.


Mxs Bônus CODE #2

codecode

Revista digital colaborativa

http://issuu.com/conteudorecords/docs/pdf_final_code_2

O que começou como uma festa é hoje também uma revista digital e colaborativa que chega à sua segunda edição. A CODE trata de design, artes visuais, novas mídias e música e é uma produção da Conteúdo Records, o primeiro Netlabel mineiro (selo baseado na internet), e um dos primeiros selos nacionais a ingressar no mercado digital de venda, promoção e distribuição de arquivos digitais. O nome CODE (código) surgiu, quando em 2005, o selo promovia uma noite mensal de Techno experimental e abstrato na extinta casa noturna Blackmail. A CODE como mídia, pode ser acessada a partir do novo site do Conteudo Records, do iphone, de smartphones, e através de tablets, com distribuição gratuita pela Amazon para quem assinar o serviço ou ainda através do Site Issuu (provedor da ferramenta de digitalização da revista). Possui Direção de Tadeus Mucelli (tee) & Sillas Maciel e co-produzida em parceria com Quina Galeria (Ayrton Mendonça e Rodrigo Furtini).

.




;D
Mixsórdia é uma produção independente, editada por Daniel Silva, Débora Fantini e Marcelo Lustosa
Sugestões? >>> sugestoes@mixsordia.com
Informações e imagens são disponibilizadas por produtores, assessorias de imprensa e demais responsáveis pelos eventos.